Para onde me queres levar?

Confessa-me agora, diz-me, peço-te por tudo. Qual é o rumo que estás a pensar dar-me? Não achas que já está na altura de me contares? Não é um dia, nem são dois. Queres ver-me perdida? É disso que gostas? Diz-me, para onde me queres levar? Já me deixas-te por aí, perdida em tantos caminhos errados, falta-me o caminho certo. Falta-me encontrar o final feliz, caso ele exista. Se calhar não existe, e eu continuo à espera dele. Para onde me queres levar? Pergunto-te repetidamente, todos os dias, a cada minuto. Mas tu, não me respondes. Deixas-me continuar com a incógnita dentro da minha cabeça. Estou cansada, cansada de todas as dúvidas, de todos os obstáculos que aparecem à minha frente. O caminho está cheio de armadilhas, e tu, maldita, não me ajudas a sair disto. Peço-te, diz-me. Ou vais deixar-me sem rumo? Sabes colocar dúvidas, pessoas novas, lugares novos, sensações novas, mas não sabes dar-me um rumo. Vou esperar, como sempre faço, como sempre escrevo. Vou esperar, mas não vou cruzar os braços. Afinal de contas, para onde me queres levar, Vida?

Comments

Form for Contact Page (Do not remove)