What are you looking for?
November 13, 2018

O Porto!


Começo a acreditar que tal como preciso de ir sem pensar para o ginásio, também preciso de simplesmente vir ao blog e escrever. Caso contrário, tenho a sensação de que acabo sempre por "guardar para depois". Podia dar mil razões, mas não o vou fazer, vou tentar corrigir-me e contar-vos as últimas novidades...

No fim-de-semana que passou fui ao Porto. Finalmente. Depois de tanta curiosidade e de falar sobre quando iria visitar o Porto, contrariamente ao que a maioria das pessoas diz, eu gostei muito do Porto. E acreditem que ainda tive alguns contratempos, mas mesmo assim gostava de lá regressar e provavelmente há-de acontecer. Ora então vamos cá ver... uma das razões que mais pessoas me davam para não gostar do Porto é: ser uma cidade escura, está sempre tudo escuro (prédios, tempo, etc.) e a verdade é que apanhei uns dias muito penosos no que diz respeito ao tempo. Sexta-feira chovia sem parar sequer, o que deu para aproveitar e descansar no hotel. Mas, nem pelo facto de estar mau tempo posso dizer que não gostei. 

O Porto tem muitas coisas para visitar, é claro que deixei muitas por ver, mas ainda consegui ver algumas que queria. Para começar na sexta-feira, fui jantar à Cervejaria Brasão. Não tirei fotografias ao espaço com muita pena minha, mas parece que quando chove é tudo mais complicado e o espaço está sempre cheio até ao último espacinho. Já deu para perceber que o espaço é muito bonito só por ter pena não é? Uma das razões que me levou a ir lá foi para comer uma francesinha no Porto. Já tinha comido noutros sítios, mas já que estou no Porto, faz sentido, não é? É sem dúvida um dos espaços a visitar, e se não quiserem este prato, tem muito por onde escolher, contudo, só o espaço em si vale a pena!

O sábado começou com um bocadinho de receio que a chuva não desse tréguas, mas a verdade é que deu e consegui andar no metro (que para mim pareceu-me muito mais calmo que o de Lisboa) e tive a sensação de que era fácil chegar a qualquer lado. É claro que tive de passar pelos Aliados, pela estação de São Bento, pelos Clérigos, ainda comi um pastel de bacalhau (que já foi bem pago no ginásio), visitar a livraria Lello, ver a zona ribeirinha (tão bonita) e a ponte D. Luíz I, já do lado de Gaia, para visitar as caves Cálem.






Gostei muito de subir e descer os Aliados, assim como da estação de São Bento. Uma coisa tão simples, mas tem pormenores mesmo muito bonitos são mesmo esses pequenos pormenores que fazem valer a pena. 

Vi pouco do Porto à noite, uma das noites pela chuva, a outra por uma má digestão ou uma virose que anda por aí a chatear quase todas as pessoas. Mas quando saí das caves percebi que a zona ribeirinha toda iluminada é linda e no verão deve ser muito bom para aproveitar e ficar por ali. Isto sou eu, que adoro ver as luzes à noite, perto do rio, mar, seja do que for. Adoro luzes. 

Apesar de curta, a viagem ao Porto foi muito boa e a impressão com que vim da cidade é muito boa! Boa comida, bem recebida e em boa companhia, não podia pedir muito mais. Só mais dias para lá estar e apanhar sol em vez de uma chuvada! 

Add your comment

  1. Em tempos eu também via o Porto como uma cidade escura e triste até que me apaixonei e quando lá vivi até os dias mais cinzentos me deixaram apaixonada.:)

    Another Lovely Blog!, https://letrad.blogspot.com/

    ReplyDelete

@writtenbyjoana

Subscribe for the latest news